Depoimentos

Especializo > Depoimentos

“Parceria, comprometimento e inovação, são fortes prerrogativas que a Especializo se dispõe a prestar em seus serviços de gestão e desenvolvimento de novos mercados e produtos. A qualidade dos serviços aliada aos resultados e inovação, nos permitiu avançar um patamar nunca antes imaginado para a Hidrotec”

“A Hidrotec é uma empresa familiar, com mais de 10 anos no mercado que atua num seguimento muito específico de conexões especiais para saneamento. Desde sua fundação nunca foi uma preocupação nossa definir estratégias e metas para a Hidrotec porque o mercado sempre nos procurava para desenvolvimento de produtos específicos de sua necessidade. Nos últimos anos a concorrência aumentou e percebemos perdas significativas em nossas vendas. A Especializo nos orientou no planejamento estratégico e desenvolvimento de novos produtos e mercado.”  Rodrigo L. Carrillo – Diretor Comercial Hidrotec.


Rodrigo L. Carrillo – Diretor Comercial Hidrotec.

Quaisquer procedimentos ou ações para obtenção higiênica do leite, tanto na produção como no acondicionamento e transporte, serão inúteis se os produtores não forem orientados e disciplinados quanto ao uso e qualidade da água utilizada no seu Sistema de Produção de Leite. A ESPECIALIZO pode resolver este crônico problema!


Prof. Edmundo Benedetti – Univ. Federal de Uberlândia

“O Programa de pós-graduação em Ciência Animal da UDESC, na área de pesquisa em qualidade do leite,  tem o orgulho de ter a Especializo como parceira no desenvolvimento de pesquisa na área de qualidade da água e sua relação com a qualidade do leite. A Especializo tem nos dado assistência e orientação, auxiliando na condução de experimento sobre qualidade da água em propriedades produtoras de leite da região Serrana do estado de Santa Catarina. Só temos a agradecer esta importante parceria, a qual é extremamente importante para garantir a qualidade das nossas pesquisas.”

Prof. Andre Thaler Neto

Centro de Ciências Agroveterinárias – Univ. do Estado de Santa Catarina (CAV/UDESC)

Med. Vet. Claudineli Gasparini – Mestranda em Ciência Animal


Prof. Andre Thaler Neto e Med. Vet. Claudineli Gasparini – Mestranda (CAV/UDESC)

“A palestra foi de um conteúdo enriquecedor, com muita informação atualizada, pertinente e muito esclarecedora no contexto em que estamos vivendo. Os alunos e Professores ficaram muito satisfeitos com a palestra.”  Seminário: Educação Ambiental: Sustentabilidade Econômica e Social

Palestra na ETEC Piedade – SP – Centro Paula Souza

Profª Neide Y. S. Gutiyama – Diretora – Etec de Piedade.

Cloração da água: Utilizo o clorador de pastilhas recomendado pelo João Luis há mais de um ano. Ele fica na entrada da caixa de água central da fazenda e é distribuída para a ordenha, bebedouros dos animais (de bezerras em aleitamento a vacas adultas, todas confinadas), e para todas as casas de funcionários.
Ele é muito seguro, sem risco de superdosagem, e preciso. O único risco é faltar cloro se não for feita a reposição semanal de pastilhas no clorador.
Não tivemos nenhum prejuízo em termos de produção de leite, composição nutricional do leite ou aceitabilidade da água pelos animais, muito menos algum tipo de intoxicação dos animais. Muito pelo contrário, a CBT do nosso leite não passa de 5 mil , os animais consomem até mais água, pois os bebedouros permanecem mais tempo limpos, reduziu a diarréia em bezerras e gastamos menos mão de obra para lavar todos os bebedouros. Fora a segurança de ter água de qualidade em qualquer torneira da fazenda.
Nossa água é proveniente de 2 poços artesianos de excelente qualidade. Mas o risco de contaminação sempre existe e o clorador nos dá segurança. Recentemente um cano da adutora rachou na emenda e a água amanheceu turva nas torneiras.  Não precisei fazer nada além de consertar a emenda e continuar a abastecer a caixa normalmente. No dia seguinte a água já estava cristalina. Não tivemos qualquer problema com a sanidade dos animais ou com a CBT do leite por conta disso.
Recomendo fortemente o uso do tratamento da água da forma correta, como o João Luis ressaltou, sem amadorismo e usando a fonte adequada de cloro, é seguro e além da questão de Boas Práticas de Produção e  higiene, é uma questão de Biossegurança na fazenda, especialmente para quem usa fontes superficiais de água (minas, córregos, açudes, cisternas).


Marcelo Cassoli (São João Batista do Glória – MG – Produção de leite.